Pages

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Turbilhao

Hoje nao e' um bom dia pra escrever por duas razoes: 1) nao tenho acentos e 2) estou num daqueles dias HOMESICK TOTAL.

Homesick e' ter tempo de sobra - e desamor tambem - pra pensar em como e' bom ser amado por alguem, em especial pela sua familia e pelos seus poucos e verdadeiros amigos, que agora estao ha milhas e milhas de distancia de voce.

Homesick, pra quem nao sabe, e' uma especia de doenca que da' na gente por estar longe de casa. E' a doenca da saudade aguda, daquela que machuca forte, que estracalha o peito, que rasga a garganta - sem nem ter gritado.
Essa dor, que nao se cura com remedio (e alias, se souber alguma receita, pufavor...) e' famosa entre os poetas e os emos, mas e' sentida de verdade pelas pessoas reais, como eu e voce.
Mais que ser so' eu, uma "aprendiz de emo" atualmente, agora sou euCamilavivendolonge. E nao tem nada mais dolorido do que sentir falta de amor.
NUNCA antes havia sentido isso.

Lembro bem das tantas vezes que cheguei P_TA em casa, nervosa com a vida, e minha maezona estava la... e, com um olhar estranho de mae - que misteriosamente me fazia falar sem parar e comecar a chorar/uivar/gritar/estravazar sem pausas, eu me libertava de tudo o que me angustiava! E a melhor parte vinha depois: um suspiro de tranquilidade e um ABRACO. Sim. O santo remedio.

Claro que, como o abraco da minha mae e da minha avo' nao ha' igual, mas pude sentir amor muitas outras vezes, em alguns momentos, tao intensos.
Por exemplo, quando tantas vezes contei coisas do coracao para o meu melhor amigo LOURO, e no fim, ele me dava O abraco. Ou quando estive a chorar, insana pelos problemas, e meu PAI me segurava a mao e me puxava pra um abracao de paizao.
Ou quando meu melhor-amigo-irmao RENAN confidenciava meus probleminhas; um bom abraco. Que dizer de uma amiga de anos que nao fala muito, mas que, quando abraca, transmite mais que mil palavras? Essa e' minha KINHA.
Conselhos espirituais e amizade sincera? Um abraco da NATALIA. Um tao terno e afetuoso como o da CRIS tambem faz falta. Igualmente CHEIO de amor.
E a amizade mais intensa e recente que experimentei - e nao posso deixar de falar - tambem e' dotada de bracos enooormes e abertos, e um dos coracoes mais puros que ja senti na vida. Esse abracao vinha da KAREN. E da ELLEN, igualmente.

E, aqui, nao tenho nenhum deles.
Tenho a Paula, sim. Mas ainda precisamos de uns meses pra sentir uma da outra o calor de um abraco desses. E acho que ela nao precisa tanto quanto eu - ja esta "adaptada" (?).

O fato e' que vivia rodeada de amor demais. E fiquei mal acostumada.
Viver aqui, sem amor, longe de tudo e todos, nao e' facil. Alias, e' uma das coisas mais insanas que resolvi fazer. E nem os maiores beneficios possiveis sao capazes de me convencer de que fiz tudo isso por uma boa razao. QUAIS eram mesmo, oi?

Escrever me ajuda a lidar com tudo. E hoje, esse tudo ao meu redor e' muito insano e sem valor. Precisar de amor e nao ter e' a carencia mais triste que um ser humano pode sentir.

Mas, como dita a grande licao (de uma frase) que aprendi com uma 'amiga' psicologa, eu TENHO QUE LIDAR. Nao importa se pra isso eu tenha que me trancar no quarto e ficar chorando ate morrer, por cinco minutos. Nao importa se isso ira me fazer ser uma pessoa mais fria/controlada - o que eu realmente estou longe de ser - no futuro. O importante e' lidar. E' aprender a controlar suas emocoes. E parar de pensar: eu sou realmente culpada por me sentir assim? Sou, gente? SOU? Por que e' como as pessoas aqui, de cultura e coracao diferente, fazem eu me sentir: culpada. Como se eu fosse uma criancinha sem chupeta.

E eu, que achava que era bem adulta no pico dos meus 25 anos...

Que Deus, meu melhor e unico amigo aqui nesse lugar (e em todos os outros que existem), me ajude a crescer com tudo isso e aguentar firme pra nao pegar as malas e sair voando ate' uma cidade chamada Sao Paulo. Tudo por um abraco.

So' sei que, se for assim ate' o fim, 1 ano sera' mais que 12 meses pra mim.
Sera' meu LIMITE.

6 comentários:

... disse...

Caaa, eu entendo exatamente o que vc está dizendo, sinto a mesma coisa! Falta desse AMOR que só nossa família e nossos AMIGOS podem nos dar... FORÇA!!! =)

Thalita Ornelas disse...

só precisa ter calma e realmente enfrentar..
Eu já passei por isso.. não a quilometros de distancia mas pior ainda, senti falta de carinho e a frieza do ser humano a apenas alguns metros de distancia...
Aprenda a ser auto suficiente.. ser fria... infelizmente, é a unica defesa do ser humano.
Bjs e fica com Deus, como disse, pense nos prós.

Anônimo disse...

filha, sei o que sente, pois o seu sentimento é o mesmo que o meu, porém quem te JEOVA na sua vida supera qualquer coisa e principalmente sabendo que isso nos esta fazendo crescer e fazendo um bem danado para o nosso crescimento em todos os sentidos.já passei algo pior ( sem comparação ) e voçê sabe que voçê foi o meu porto seguro além de JEOVA, quantas vezes desejei ouvir me perdõa e isso nunca veio???? mas aprendi a conviver e por isso cresci, por isso te digo hoje e sempre. QUEM TE DEUS NA SUA VIDA, SUPERA QUALQUER COISA. E SAIBA QUE ESTAREI AQUI SEMPRE PARA VOÇÊ, ENQUANTO FOR VIVA. SEI QUE VOÇÊ É ADULTA E EXEMPLO DA MÃE É ASSIM QUE TE VEJO, ESPERO NÃO ME ENGANAR RSRSRSRSRSRSR

Lourisvaldo Silva disse...

Amiga minha, mais que querida, já te falei chega né, vem...com certeza estarei no aeroporto de braços abertos...também sinto muito sua falta e olha que tu sabes que estou muito feliz, mas você faz parte da minha vida...é bom ir na sua casa, mas é melhor ainda que você esteja lá...beijos ETA...

Karem disse...

Camilinha, minha grande amiga muitas vezes precisamos nos sentir protegida e amada. Estar distante nos impede de sentirmos assim - acolhida -, quando o coração está dilacerado pela injustiça, quando a alma está cheia de curativos para disfarçar as lesões afetivas, gostaríamos que alguém nos confortasse. Quando temos amor por perto é natural que peçamos abraço, atenção e carinho. Porém quando vc estiver ansiosa por um abraço consolador nos momentos de cansaço, de angústia...lembre-se do responsável MAIOR por vc -Jeová. Quando não tiver ninguém para conversar, converse com o Pai Jeová, Pois apenas Ele é Onisciente, Onipresente e Onipotente e estará sempre contigo, mesmo já sabendo de toda sua angustia ele se inclinará para ouvi-lá. Fale de suas incertezas, dos dissabores, sobre as decepções e permita-se sentir o envolvimento do Abraço de um Pai amoroso e maravilhoso. Este Abraço nada pode impedir nem mesmo a distancia... Amiga sei que esta dificil, mas sei que Deus esta ao seu lado, pois sempre peço pra que ELE esteja com vc. Um grande beijo. Karem

Camila disse...

Tambem to nessa miga...
Mas bola pra frente! Vai dar tudo certo!!
Beijos!!!
Forca!!

Related Posts with Thumbnails